TEL.: (24) 2237-6161

BUSCAR

Liturgista Frei Alberto Beckhäuser falece aos 81 anos

Faleceu na noite de terça-feira o liturgista brasileiro Frei Alberto Beckhäuser, que atuou como assessor de Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e foi responsável por traduções e edições de textos litúrgicos da entidade.

 

O franciscano tinha 81 anos e sofria de câncer no pâncreas, diagnosticado em janeiro deste ano. Ele estava internado no Hospital Beneficência Portuguesa, em Petrópolis (RJ), onde faleceu às 22h do dia 28 de março.

Segundo nota publicada pela Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, nos últimos dias, Frei Beckhäuser se mostrava “extremamente fraco e fazia grande esforço quando deseja dizer algo” e “quase sempre estava sedado, devido às dores”.

A nota traz ainda uma mensagem publicada pelo ministro provincial, Frei Fidêncio Vanböemmel, em seu Facebook. “Caro Frei Alberto, mestre no Noviciado e grande professor em Liturgia, muito obrigado pela sua dedicação, seriedade acadêmica no cuidado de ensinar a sagrada Liturgia com paixão, espírito e vida! Descanse em Paz, meu mestre!”, escreveu.

Frei Alberto Beckhäuser nasceu em 20 de maio de 1935, onde hoje é Forquilhinha (SC), sendo o quinto dos 12 filhos do casal Ernesto Beckhäuser e Helena Hoepers.

Nas Missões populares de 1947, foi convidado por Frei João Bosco Erdrich a ir com ele para ser missionário. O menino aceitou e, em 1948, entrou no Seminário de Rodeio. Fez sua profissão solene em Petrópolis, em 23 de dezembro de 1960 e foi ordenado presbítero em 15 de dezembro de 1962.

Em sua ficha autobiográfica publicada no site da Província Franciscana, Frei Alberta assume: “A chama missionária da origem de minha vocação sempre me acompanhou. Mas até hoje não tive a satisfação de participar de uma Missão popular”.

“A obediência levou-me a priorizar o apostolado de Frade Menor, no serviço à Ordem e à Igreja, no campo do magistério e da Pastoral litúrgica, da formação, e da assistência à OFS. Compreendi esse serviço como ação multiplicadora de agentes de pastoral, de missionários”, afirmou no texto.

De 1963 a 1967, fez a Licença e o Doutorado em Teologia com Especialização em Sagrada Liturgia no Pontifício Ateneu Anselmiano, em Roma, tendo acompanhado e vivido de perto vários anos do Concílio Vaticano II.

“Minha vida de frade foi dedicada praticamente à formação”, contou em sua ficha autobiográfica, ressaltando as diversas funções que exerceu durante seu ministério, sempre com destaque para a Liturgia.

Entre as várias atividades que exerceu, esteve “a colaboração com a CNBB na Tradução e Edição dos Livros Litúrgicos”.

“Colaborei na tradução de todos os Livros Litúrgicos. A partir de 1991, quando deixei a assessoria da CNBB, foi-me confiada a Coordenação da Tradução e Edição dos Textos e Livros Litúrgicos. Tratava-se da revisão e publicação atualizada de todos os Livros litúrgicos com a inserção dos textos bíblicos aprovados por Roma para uso litúrgico”, contou.

O corpo de Frei Alberto Beckhäuser está sendo velado na capela do Instituto Teológico Franciscano, em Petrópolis, e o sepultamento acontecerá após a Missa de Exéquias, às 16h.

 

Fonte - ACI Digital